Destaque


LIVROS
Arte
Ciências
Ciências Económicas
Ciências Sociais e Humanas
Direito
  Códigos Anotados
  Códigos de Bolso
  Códigos Universitários
  Direito Administrativo
  Direito Civil
  Direito Comercial
  Direito Constitucional
  Direito da União Europeia
  Direito do Trabalho
  Direito Financeiro e Tributário
  Direito Internacional
  Direito Penal
  Direito Processual
  Edições Digitais
  Registos e Notariado
  Revistas
  Teoria, Filosofia e História do Direito
  Teses de Doutoramento
Infantil
Jogos e Brinquedos
Literatura
Livros Práticos
Ir para...
EBOOKS
Ebooks em Português
  Arte
  Ciências
  Ciências Económicas
  Ciências Sociais e Humanas
  Direito
  Diversos
  Infantil e Juvenil
  Literatura
  Livros Práticos
Ebooks Internacionais
  Arte
  Ciências
  Ciências Económicas
  Ciências Sociais e Humanas
  Direito
  Diversos
  Infantil
  Literatura
  Livros Práticos
OS MAIS VENDIDOS
Direito Constitucional
bestsellersConstituição da República Portuguesa
bestsellersDireitos Fundamentais - Introdução Geral
bestsellersConstituição da República Portuguesa - Edição Universitária
bestsellersIntrodução ao Direito Público
bestsellersOs Direitos Fundamentais na Constituição Portuguesa de 1976
bestsellersA dignidade da pessoa humana Vol. I
bestsellersA dignidade da pessoa humana Vol. II
bestsellersA Lei Por Detrás do Orçamento - A Questão Constitucional da Lei do Orçamento
bestsellersConstituição República Portuguesa Anotada - Volume II - Artigos 108.º a 296.º
bestsellersCurso de Direito Constitucional
REDES SOCIAIS



Direito
Instituições Políticas e Constitucionais - Volume I
Paulo Otero

Editora:
Almedina
Coleção:
Fora de Coleção
Tema:
Direito Constitucional
Ano:
2017
Reimpressão da edição de Setembro de 2007

Livro de capa mole

ISBN 9789724032641 | 688 págs.

Disponibilidade: Disponível para envio imediato Indica o prazo de envio do artigo. A este prazo acresce o tempo de entrega do transportador.


Recomende este livro a um amigo

     


* Portes gratuitos para encomendas superiores a 35€, excepto envios à cobrança e envios internacionais.

Instituições Políticas e Constitucionais - Volume I
promo


€36.00 | €32.39
Com envio gratuito *



SINOPSE

As presentes Instituições, destinadas ao ensino universitário do Direito Constitucional, afastam-se da tradição metodológica ainda hoje dominante nos sistemas romano-germânicos que, partindo de uma base hegeliana, confere ao Estado centralidade no discurso constitucional.
Assumindo o propósito de fazer uma leitura personalista do fenómeno constitucional, as Instituições encontram na pessoa humana viva e concreta, segundo uma formulação herdeira do contributo filosófico cristão, kantiano e existencialista, o fundamento do Poder Político e da Constituição. É isso que explica iniciar-se o ensino do Direito Constitucional com o estudo da pessoa humana, enquanto primeira (e principal) realidade constitucional, razão de ser da sociedade, do Estado e do Direito.

Nota Prévia

01. O presente volume, inserindo-se no contexto de uma obra mais vasta de natureza didáctica e destinada aos alunos de Direito Constitucional, é fruto de uma longa investigação em torno da articulação entre a história da filosofia político-constitucional e a evolução da tutela jurídico-constitucional da pessoa humana.
Procurando deslocar o estudo do fenómeno constitucional de uma óptica centrada no Estado para uma perspectiva localizada na pessoa humana (v. infra, nº 1.2.3.), pode dizer-se que o presente volume encerra três principais teses:

1a) A história da preocupação com os direitos da pessoa humana não começa com a Revolução Francesa, antes lhe é muito anterior: toda a história da humanidade se resume a uma permanente luta pela progressiva consciência e afirmação dos direitos do ser humano como pessoa - "sê uma pessoa e respeita os outros como pessoas" (Hegel, Princípios de Filosofia do Direito, §36°) é o imperativo que sintetiza a essência teleológica do fenómeno constitucional;
2a) Toda a evolução da história da humanidade se encontra marcada pelo permanente desfasamento entre os resultados da reflexão filosófico-constitucional e a protecção jurídica dos direitos da pessoa humana ou a efectividade das respectivas normas constitucionais de garantia: a grande lição histórica a extrair é a impermeabilidade ou a resistência da ordem jurídica aos avanços da filosofia político-constitucional em matéria de tutela dos direitos da pessoa humana -só na segunda metade do século XX, isto independentemente da respectiva efectividade, se reconheceu a formação de normas jurídicas dotadas de imperatividade universal sobre direitos da pessoa humana;
3a) Só um modelo político de Estado de direitos humanos, alicerçando a edificação de uma democracia humana, permite no presente uma garantia jurídico-constitucional eficaz dos direitos fundamentais inerentes ao ser humano: a construção de um Estado de direitos humanos nunca é, todavia, um processo encerrado ou definitivamente alcançado - a modernidade contém novos desafios e imprevisíveis ameaças aos direitos "fundamentalíssimos " da pessoa humana, sabendo-se que o fenómeno constitucional não pode deixar de estar aberto ao serviço de uma permanente actualização à interrogação kantiana "o que é o Homem?" (in Logik, p. 25).

0.2. A circunstância desta obra se destinar a alunos de uma Faculdade de Direito explica, por outro lado, a visão geral e, necessariamente, incompleta e até superficial como foram referenciados os autores escolhidos para ilustrar a evolução da filosofia político--constitucional em torno da tutela da pessoa humana. Além disso, tal como Bertrand Russel afirmava no prefácio à sua História da Filosofia, uma vez que não somos imortais, não temos tempo de vida suficiente para nos dedicarmos ao estudo aprofundado e especializado de cada um dos autores mencionados em obras de carácter geral.
Procurou-se, todavia, dar sempre preferência à leitura das fontes, entendidas aqui como as obras dos autores mencionados no âmbito da filosofia política, isto em vez de recorrer apenas a resumos ou a interpretações de terceiros sobre o pensamento de tais autores. Evitou-se, assim, usando as palavras de Schopenhauer (in Parerga y Paralipómena, I, p. 67), que outros mastigassem a nossa própria comida.
Tentar-se-á, em eventuais edições futuras deste volume, ampliar o número de autores a estudar, as obras a referenciar e os temas a incluir, contando com as observações críticas que lhe forem formuladas: não há ciência sem diálogo ou sem crítica, argumentação e contra-argumentação racionais.
Esse é um legado que recebemos de todos os nossos professores e temos o indeclinável dever de manter e transmitir às novas gerações de universitários, conscientes, cada vez mais, de que o professor não investiga simplesmente para si, antes é, na sugestiva expressão de Fichte (in Ética, p. 346), "um servidor da comunidade no âmbito da sua especialidade".
Essa última ideia unifica e justifica a quem é, modestamente, dedicada a obra.

Lisboa, 25 de Julho de 2007
PAULO OTERO

Plano da Obra

Introdução - Metodologia do Direito Constitucional

Capítulo 1° - A Pessoa Humana
Evolução filosófica e constitucional da tutela da pessoa Humana
O Estado de direitos humanos

Capítulo 2° - O Poder Político
Introdução
O Estado como realidade histórico-jurídica
A estrutura do Estado
O exercício do poder do Estado
As instituições e os sistemas políticos do Estado

Capítulo 3° - A Constituição
A Constituição como acto jurídico
As normas constitucionais

COMENTÁRIOS
Não existem actualmente comentários sobre este produto.
Escrever Comentário
Clientes que compraram este produto também compraram
Direito da União EuropeiaDireito da União Europeia
Fausto de Quadros
Editora: Almedina | Ano: 2013
Disponibilidade: Disponível para envio imediato
Princípios Fundamentais de Direito da União EuropeiaPrincípios Fundamentais de Direito da União Europeia
Coordenação: Sofia Oliveira Pais
Editora: Almedina | Ano: 2017
Disponibilidade: Disponível para envio imediato
Direito RomanoDireito Romano
Sebastião Silva Cruz
Editora: Dislivro | Ano: 1984
Disponibilidade: Sujeito a confirmação por parte da editora
Economia: Um Texto IntrodutórioEconomia: Um Texto Introdutório
Manuel Carlos Lopes Porto
Editora: Almedina | Ano: 2017
Disponibilidade: Disponível para envio imediato
Ciência Política e Direito Constitucional - Casos Práticos Resolvidos, Hipóteses, TestesCiência Política e Direito Constitucional - Casos Práticos Resolvidos, Hipóteses, Testes
Manuel Proença de Carvalho
Editora: Quid Juris | Ano: 2009
Disponibilidade: 2 dias
Manual de Ciência Política e Sistemas Políticos e ConstitucionaisManual de Ciência Política e Sistemas Políticos e Constitucionais
Manuel Proença de Carvalho
Editora: Quid Juris | Ano: 2010
Disponibilidade: Indisponível
Salvo indicação em contrário, os descontos e campanhas apresentados são válidos para o dia 19-09-2017.
Joaquim Machado, SA | NIF: 500979197 | Rua Fernandes Tomás 76-80, 3000-167 Coimbra Portugal | Tel: +351 239 851 903 | Fax: +351 239 851 901
Livraria Online vendas@almedina.net | Tel: +351 239 436 266 | Fax: +351 239 436 267
Vendas Institucionais orcamentos@almedina.net | Tel: +351 239 436 268 | Fax: +351 239 436 267
Termos de utilização
logo