SELEÇÃO ÍPSILON


HOJE NA ALMEDINA
Lisboa
Almedina Atrium Saldanha

10h00
Exposição:
Retratos dos Meus Sonhos
Lisboa
Almedina Atrium Saldanha

16h00
Apresentação do Livro
Na Cozinha com Henrique Sá Pessoa
LIVROS
Arte
Ciências
Ciências Económicas
Ciências Sociais e Humanas
Direito
Infantil
Jogos e Brinquedos
Literatura
  Ensaio Literário
  Literatura
  Poesia
  Prosa Narrativa
Livros Práticos
Ir para...
EBOOKS
Ebooks em Português
  Arte
  Ciências
  Ciências Económicas
  Ciências Sociais e Humanas
  Direito
  Diversos
  Infantil e Juvenil
  Literatura
  Livros Práticos
Ebooks Internacionais
OS MAIS VENDIDOS
Literatura
bestsellersCossacos
bestsellersDicionário de Narratologia
bestsellersIntrodução à Leitura d' Os Maias
bestsellersLivro da Ordem de Cavalaria
bestsellersMargarita e o Mestre
REDES SOCIAIS






Literatura
O Amor é Fodido
Miguel Esteves Cardoso

Editora:
Assírio & Alvim
Coleção:
A Phala
Tema:
Literatura
Ano:
2009
14ª Edição

Livro de capa mole

ISBN 9789723703740 | 192 págs.
Peso: 0.270 Kg

Disponibilidade: Indisponível 


Recomende este livro a um amigo

     


* Portes gratuitos para encomendas superiores a 35€, excepto envios à cobrança e envios internacionais.

O Amor é Fodido

€11.00
Com envio gratuito *
Indisponível


SINOPSE

«Nascemos todos com vontade de amar. Ser amado é secundário. Prejudica o amor que muitas vezes o antecede. Um amor não pode pertencer a duas pessoas, por muito que o queiramos. Cada um tem o amor que tem, fora dele. É esse afastamento que nos magoa, que nos põe doidos, sempre à procura do eco que não vem. Os que vêm são bem-vindos, às vezes, mas não são os que queremos. Quando somos honestos, ou estamos apaixonados, é apenas um que se pretende.
Tenho a certeza que não se pode ter o que se ama. Ser amado não corresponde jamais ao amor que temos, porque não nos pertence. Por isso escrevemos romances — porque ninguém acredita neles, excepto quem os escreve.
Viver é outra coisa. Amar e ser amado distrai-nos irremediavelmente. O amor apouca-se e perde-se quando se dá aos dias e às pessoas. Traduz-se e deixa de ser o que é. Só na solidão permanece. […]
Tenho o meu amor, como toda a gente, mas não o usei. Tenho também a minha história, mas não a contei. O romance que escrevi, escrevi-o para quem não quer saber dos amores ou das histórias de ninguém. Não contei nem inventei nada. Não usei nem pessoas nem personagens. Fugi. Quis mostrar que pertencia ao mundo onde o amor, como as histórias e os romances, existem só por si. Como se me dirigisse a alguém. Outra vez.
É sempre arrogante e pretensioso escrever sobre uma coisa que se escreveu. Apenas posso falar do que foi aminha vontade: escrever sobre o amor, sem traí-lo, defini-lo ou magoá-lo; deixando-o como era, antes da primeira palavra que escrevi. Seria inadmissível pôr-me aqui a cismar se consegui ou não fazer o que eu queria. Como seria dizer que não sei. Sei. Sei que não consegui. Só espero não tê-lo conseguido bem.»

Miguel Esteves Cardoso

COMENTÁRIOS
Não existem actualmente comentários sobre este produto.
Escrever Comentário
Clientes que compraram este produto também compraram
Salazar - Biografia PolíticaSalazar - Biografia Política
Filipe Ribeiro de Meneses
Editora: Dom Quixote | Ano: 2010
Disponibilidade: 2 dias
Salvo indicação em contrário, os descontos e campanhas apresentados são válidos para o dia 21-12-2014.
Joaquim Machado, SA | NIF: 500979197 | Rua Fernandes Tomás 76-80, 3000-167 Coimbra Portugal | Tel: +351 239 851 903 | Fax: +351 239 851 901
Livraria Online vendas@almedina.net | Tel: +351 239 436 266 | Fax: +351 239 436 267
Vendas Institucionais orcamentos@almedina.net | Tel: +351 239 436 268 | Fax: +351 239 436 267
Termos de utilização
logo